terça-feira, 1 de novembro de 2016

10 Teorias Conspiratórias sobre a medicina!

O avanço das tecnologias da informação nos possibilita ter acesso a diversos tipos de conhecimentos de forma rápida e dinâmica, mas nem tudo o que lemos na rede é verdade. Por isso, é preciso bom senso para julgar o teor das notícias, a fim de descobrir se elas são verdadeiras ou apenas teorias conspiratórias.

No que se refere à medicina, basta uma rápida busca no Google para encontrarmos diversos conteúdos negligentes e mentirosos. As principais teorias conspiratórias envolvendo a medicina estão relacionadas às doenças incuráveis e que atingem um grande número de pessoas.

Confira algumas teorias da conspiração bizarras envolvendo a medicina:


1. A quimioterapia é uma conspiração para deixar as pessoas mais doentes – O câncer é uma das doenças mais temidas entre a população. Anualmente, são gastos milhões de dólares em pesquisas, e os tratamentos estão avançando lentamente. Por enquanto, a forma mais efetiva de tratar o câncer é com a quimioterapia, mas algumas pessoas acreditam que este tratamento é apenas uma forma de deixar as pessoas ainda mais doentes. Na verdade, o que os teóricos da conspiração querem é divulgar e vender supostos tratamentos da medicina alternativa.

2. Cura da AIDS – Existem muitas teorias da conspiração sobre a cura da AIDS. Uma delas diz que o governo dos EUA criou o vírus do HIV como um teste de armas biológicas para punir determinados grupos minoritários. Outros teóricos dizem que os governos estão conspirando para esconder a cura para a AIDS, a fim de reduzir e controlar o crescimento da população mundial.

3. Médicos ocidentais ajudaram a espalhar Ebola – Uma teoria afirma que os médicos do Ocidente estão ajudando a espalhar o Ebola na África. O uso do vírus seria um teste. Durante visita do presidente Barack Obama à África, muitos teóricos disseram que ele estaria levando a doença para os Estados Unidos para infectar possíveis inimigos.

4. Médicos e hospitais fazem as pessoas ficarem doentes de propósito – Alguns teóricos afirmam que os médicos e os hospitais possuem um trato para deixar as pessoas cada vez mais doentes, a fim de movimentar o negócio da saúde e gerar mais lucro. Os teóricos da conspiração afirmam que a prova está nas drogas. Eles dizem que os médicos não estão interessados em curar, mas sim em tratar seus pacientes com drogas caras.

5. As agências farmacêuticas e os governos estimulam a indústria dos antidepressivos – Os antidepressivos são medicamentos largamente receitados pelos médicos. Os teóricos dizem que os médicos indicam antidepressivos para fazer com que as pessoas se tornem dependentes, como uma forma de usar o medicamento para o controle das massas.

6. Controle da Mente – Existem teorias da conspiração que afirmam que os tratamentos de saúde visam ao controle da mente e à destruição da população, matando-a lentamente, sem que ela seja capaz de perceber. Para isso, os médicos usariam medicamentos com alto potencial tóxico.

7. Associação Dental Americana – Teorias dizem que a ADA (American Dental Association) trabalha com um enorme pacote de mentiras para prejudicar o povo americano. Uma das teorias afirma que a associação indica dentistas que receitam o uso de flúor regularmente, como forma de envenenar as pessoas.

8. Ataque biológico contra os chineses – As teorias da conspiração acreditam que os Estados Unidos têm um plano para atacar a China com agentes biológicos.

9. AIDS – Uma teoria em particular afirma que o vírus da AIDS foi conscientemente transportado para os EUA pela Merck Pharmaceuticals. Isso significa que o vírus da imunodeficiência teria se espalhado pelo país por causa de macacos que tiveram a doença e que foram levados aos Estados Unidos para testes.

10. Gripes suína e aviária – Muitas pessoas concordam que a mídia por diversas vezes é irresponsável e sensacionalista. No caso das epidemias de gripe aviária e gripe suína, as teorias dizem que a imprensa exagerou na divulgação das doenças de propósito, a fim de ganhar a atenção do público e estabelecer uma guerra psicológica determinada pelo governo com o intuito de gerar medo e fabricar uma nova epidemia mortal.


Fonte: Top Tenz.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

6 curiosidades sobre os seres humanos!

Os seres humanos são curiosos por natureza e também apresentam diversas curiosidades no funcionamento de seus corpos. A seguir, você vai encontrar as maiores curiosidades humanas. Confira:

1 – Sensação de que estamos caindo ao dormir – Muitas vezes temos a sensação de que estamos em queda livre quando dormimos. Essa sensação é chamada de alucinação hipogênica, que acontece quando estamos começando a pegar no sono.

2 – Espirrar ao olhar para o Sol – Todos nós espirramos depois de olhar para o Sol. Isso acontece por que passamos por uma reação chamada de reflexo cruzado, que é provocada por luzes fortes que interferem nos nervos do cérebro e mandam mensagens sensoriais ao sistema nervoso e ao nervo do olfato, causando o espirro.

3 – Lágrimas Salgadas – As lágrimas humanas são salgadas por que têm sal e uma substância que elimina os germes e evita infecções.

4 – Utilidade do apêndice– O apêndice é um órgão linfóide que atua na defesa do organismo. Ele tem funções digestivas e produz glóbulos brancos em pequenas quantidades.

5 – Coma – Os humanos entram em coma, que é a total falta de consciência, depois de grandes traumas. O coma pode ser mais ou menos profundo e é causado pela baixa oxigenação do cérebro.

6 – Bruxismo – O bruxismo é um ranger de dentes durante o sono. O problema acomete crianças e adultos e pode movimentar a arcada dentária.

Fonte: SitedeCuriosidades.com

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Pediatra lista 10 coisas que não devemos dizer para as crianças.


Os pais são os exemplos dos filhos e suas atitudes podem ter um impacto positivo ou negativo na formação da personalidade e identidade social da criança. Por isso, de acordo com o pediatra Marcelo Reibscheid, do Hospital e Maternidade São Luiz, em São Paulo, existem algumas coisas que jamais devem ser ditas às crianças ou faladas na frente delas. Veja quais são:

1 – Não rotule seu filho de pestinha, chato, lerdo ou outro adjetivo agressivo, mesmo que de brincadeira. Isso fará com que ele se torne realmente isso.

2 – Não diga apenas sim. Os nãos e porquês fazem parte da relação de amizade que os pais querem construir com os filhos.

3 – Não pergunte à criança se ela quer fazer uma atividade obrigatória ou ir a um evento indispensável. Diga apenas que agora é a hora de fazer.

4 – Não mande a criança parar de chorar. Se for o caso, pergunte o motivo do choro ou apenas peça que mantenha a calma, ensinando assim a lidar com suas emoções.

5 – Não diga que a injeção não vai doer, porque você sabe que vai doer. A menos que seja gotinha, diga que será rápido ou apenas uma picadinha, mas não engane.

6 – Não diga palavrões. Seu filho vai repetir as palavras de baixo calão que ouvir.

7 – Não ria do erro da criança. Fazer piada com mau comportamento ou erros na troca de letras pode inibir o desenvolvimento saudável.

8 – Não diga mentiras. Todos os comportamentos dos pais são aprendidos pelos filhos e servem de espelho.

9 – Não diga que foi apenas um pesadelo e mande voltar para a cama. As crianças têm dificuldade de separar o mundo real do imaginário. Quando acontecer um sonho ruim, acalme seu filho e leve-o para a cama, fazendo companhia até dormir.

10 – Nunca diga que vai embora se não for obedecido. Ameaças e chantagens nunca são saudáveis.


FONTE: http://itodas.uol.com.br/mae/o-que-nao-se-deve-falar-para-as-crianc

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

A colina melhora a atenção e a memória

Segundo dois estudos publicados nas respectivas revistas científicas, Nutricional Neuroscience e Behavioural Brain Research, a colina, presente nos ovos, fígado de frango e novilho, soja, gérmen de trigo, melhora a memória a longo prazo e a capacidade de atenção.

Este efeito da colina, que é um nutriente essencial que faz parte do complexo B de vitaminas, foi comprovado por enquanto por pesquisadoras da Universidade de Granada.
No primeiro experimento, alimentaram diversos ratos com um suplemento de colina na última etapa da gestação, avaliando a capacidade de memória de seus descendentes quando estes chegaram à idade adulta.

No segundo experimento realizaram testes de aprendizagem com ratos alimentados com suplemento de colina, descobrindo-se que, com respeito a um grupo controle que não havia ingerido a vitamina, estes animais mantinham melhor atenção quando eram apresentados a um estímulo familiar.

Fonte: Via | La Razon./NDIG / portaldascuriosidades.com